A Pedra Selada é uma montanha localizada após Visconde de Mauá e próximo ao vilarejo de Campo Alegre, ambos distritos de Resende - RJ, município vizinho de Itatiaia. Seu nome advém do fato de o formato da montanha ser muito semelhante a uma sela de montaria. Muitos dizem que a montanha mais se assemelha a uma galinha acochada no ninho do que a uma sela. Daí o nome Galinha Choca. Com 1755 m de altitude, a Pedra Selada possui três pontos salientes em destaque: o Pico Maior, a Sela e o Pico Menor.

Criado em 15 de junho de 2012, o Parque Estadual da Pedra Selada situa-se na Serra da Mantiqueira, no Estado do Rio de Janeiro. O Parque está em parte inserido na APA da Serra da Mantiqueira, e apresenta área total de 8.036,00 hectares.

 

A região hoje protegida pelo parque abrange um vasto corredor florestal, contendo parcialmente áreas públicas, propriedades rurais produtivas e propriedades de veraneio. Tal configuração é consequência do mesmo processo histórico de ocupação e crescimento econômico em diferentes locais ao longo da Serra da Mantiqueira.

 

 

O nome da serra na língua tupi-guarani significa “Serra que chora”, o que remete aos principais cursos d’água na região. Os principais são: rio Preto (que faz divisa entre os estados de Minas e Rio de Janeiro), rio Marimbondo, córrego do Vale do Pavão (Visconde de Mauá), rio Pirapitinga e rio Santo Antônio (Serrinha do Alambari).

 

Inicialmente a Serra da Mantiqueira, na região de Resende, foi ocupada pelos índios puris, que viviam da caça, pesca e agricultura primária de forma nômade. Eles se concentravam tanto nas margens do rio Paraíba quanto na região alta da serra. O domínio indígena prevaleceu até meados do século XVIII.

 

Desde 1922, turistas vinham da Europa praticar o montanhismo em pontos como a Pedra Selada e o Pico das Agulhas Negras, hospedando-se nas casas das famílias europeias.

 

Posteriormente, durante a década de 1970, com a vinda de movimentos sociais alternativos isolados (hippies e novos rurais), a região de Visconde de Mauá começou a desenvolver a vocação turística.